Muito se fala sobre como se proteger e os procedimentos para prevenção de possíveis contaminações vindas de fora a quem necessita de entrega de comida, objetos de compra pela internet entre outras coisas essenciais na quarentena. Os pedidos de produtos essenciais e serviços de entregas de alimentos aumentou muito, pois os condôminos necessitam se manter em casa conforme a indicação máxima da saúde, mas a realidade é como fazer?

Antes de mais nada, a vigilância de indivíduos suspeitos e a confirmação dos mesmos perante o solicitante do serviço de entrega ou outros, continua sendo regra número 1, por segunda etapa, após essa afirmação, selecionamos especialmente ao gestor (síndico) uma “mesa” de pequenas delicadezas que serve de material fundamental para este tipo de relacionamento que transita pela recepção, vamos lá!

  • Aos funcionários, disponibilizar ambiente higienizado e recomendar banho antes e após a jornada de trabalho, hábito que irá prevenir possíveis contágios de casa para o ambiente condominial e vice-versa.
  • Itens como máscaras, luvas e álcool gel são coisas básicas que o síndico deve destinar a verba necessária para a aquisição e deste modo, é indiscutível.
  • Periódicamente, medir a temperatura de todos os funcionários. Tarefa obrigatória que pode salvar a vida dos mesmos e ainda proteger a equipe e também os moradores.
  • Avaliar perante a lei sobre funcionários de grupo de risco (idade ou doença pré-existente). Consulta com advogados trabalhistas profissionais podem além de proteger, garantir o afastamento momentâneo destes indivíduos sem acarretar processos trabalhistas.
  • Disponibilizar uma pequena mesa/balcão onde terá disponível às pessoas de fora álcool gel, máscaras e luvas. Além de mãos e braços e até rosto, o morador também pode higienizar e desinfetar pacotes, sacolas entre outros e não correr riscos ao levar a embalagem ao seu apartamento/casa.

 

  • Atender expressando a calma e zelando por ela: a calma é transmissível e pode influenciar no tratamento diante da agitação do entregador ou prestador.
  • Comunicar o morador sobre a chegada do item de compra e orientá-lo como norma obrigatória a realizar o mesmo procedimento do entregador e do porteiro, que geralmente o acompanha.
  • Após realizado todo o trâmite, indicar outra higienização.
  • Uma garrafa de café é fundamental pois é uma gentileza a qual o entregador necessita visto que as suas saídas são grandes desafios, e essa gentileza pode acalmá-lo e tornar esse contato sempre em uma boa experiência.

Seguindo estes padrões, sem dúvidas, a gestão condominial será exemplar, salvam vidas, protegem e ainda mais, será uma enorme referência de exemplo a ser seguido para todos os outros condomínios vizinhos. Estes cuidados sim são combatentes efetivos e funcionam positivamente para quem chega, trabalha e reside no seu condomínio.

A Matias recomenda e assina embaixo!

Administração do bem, sempre às claras e que preserva vidas, a gente sempre apoia, então se cuide e fique em casa!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *